Menu
O que fazer

9 miradouros a não perder

Como já lhe dissemos, Lisboa foi fundada sobre 7 Colinas. Pode ler uma versão curta desta lenda no artigo "A Luz de Lisboa”. Em cada uma destas colinas há, pelo menos, um miradouro onde pode desfrutar da vista, tomar uma bebida e passar um bom bocado, especialmente em dias de sol.

Por isso, se quer visitar cada recanto da cidade e saber mais acerca dos seus mistérios, que tal darmos um passeio pelas 7 colinas e visitarmos os miradouros?

Vamos começar a nossa visita...

Desvendando as 7 Colinas e os seus miradouros

Começamos pela Colina de São Jorge. Não é a mais alta, mas foi aqui que a cidade nasceu e onde foi construído o seu Castelo. A partir do Miradouro do Castelo poderá desfrutar de uma vista fantástica sobre a cidade.

Junto ao Castelo, encontrará a Colina de Santo André, a mais alta das 7 Colinas. Daqui pode observar a cidade de Lisboa a partir de dois miradouros: o Miradouro da Graça, onde pode deliciar-se com o melhor pôr do sol de Lisboa, e o Miradouro de Nossa Senhora do Monte, no ponto mais alto do bairro da Graça, com paisagens de cortar a respiração. Se tiver oportunidade, não deixe de visitar a Capela de Nossa Senhora do Monte, um local de devoção belíssimo.

A nossa próxima paragem é na Colina de São Vicente. Desfrute da vista a partir do Miradouro das Portas do Sol ou do Miradouro de Santa Luzia. O segundo é um dos miradouros mais visitados em Lisboa, conhecido como a melhor janela sobre o rio Tejo. Conta com um jardim muito agradável, azulejos, um espelho de água e algumas esplanadas.

Continuamos até à Colina das Chagas, onde se situa o Largo do Carmo. Suba no elevador de Santa Justa, que liga as ruas da Baixa ao Largo do Carmo e desfrute de outro magnífico miradouro, mesmo no centro da cidade.

As ruas pitorescas do "nosso” Bairro Alto localizam-se na Colina de São Roque. Aqui encontra o popular Miradouro de São Pedro de Alcântara e a sua esplanada. O cenário é deslumbrante, com uma panorâmica das zonas mais típicas da cidade, mas também do seu lado moderno. De um lado, o Castelo de São Jorge, a Sé, a Baixa e um pedaço do rio Tejo. Do outro, a Lisboa moderna.

A Colina de Sant’ana encontra-se no coração da cidade, cobrindo uma área que vai do Campo Mártires da Pátria à Praça da Figueira. No topo desta colina está o Miradouro do Torel, também com uma vista soberba, mas menos lotado e movimentado que os outros miradouros.

Por fim, mas não menos importante, chegamos à Colina de Santa Catarina que, com o seu miradouro — Miradouro de Santa Catarina —, é o local ideal para quem gosta de observar a chegada e a partida dos barcos no porto. Este miradouro tem o seu encanto pela vida diurna, mas também noturna. Durante a noite, os visitantes são maioritariamente jovens que vêm para tomar uma bebida no Bairro Alto.

Últimos posts

Mercados de Natal
O que fazer - 01 Dez 2022

Os melhores mercados de Natal em Lisboa

Quando se acendem as iluminações de Natal dos Armazéns do Chiado pela primeira vez, quer dizer que a época festiva está oficialmente aberta. As luzes pedem passeios de final de tarde por Lisboa e é possível cruzar-se com várias tendas de artesanato, pistas de gelo, concertos e muita alegria. Além disso, o Pai Natal também anda sempre a circular pela cidade à procura de saber os desejos dos mais novos. Vista um casaco quente, opte por calçado confortável e inicie a sua tour pelos mercados de Natal de Lisboa … e não só!

Saiba mais
Elétrico de Lisboa
Atracções

Lisboa: um roteiro pelo lado mais sustentável da cidade

Lisboa é um dos destinos europeus mais procurados para turismo (e não só!). Moderna, atenta a novidades e aberta a todos os que a querem conhecer. Uma cidade que se reinventa e adapta, focada em ser cada vez melhor. Numa era em que a preocupação com as alterações climáticas ganha palco, a cidade adapta-se e traz escolhas mais conscientes e sustentáveis não só para quem vive em Lisboa, mas também para os milhares de visitantes que todos os dias cruzam a capital do país.

Saiba mais