Menu
Atracções

Faça um roteiro pela mais bela arte gráfica nas fachadas de Lisboa

Azulejos
Os azulejos são um dos cartões de visita de Lisboa. São uma identidade gráfica da história desta cidade e, ainda hoje, muitos criativos e turistas se interessam por estas peças de arte que se encontram em várias fachadas.

Mas o que dá tanto encanto aos azulejos espalhados pela cidade? As cores variadas, os desenhos, o gosto romântico, as inspirações históricas? As características são várias e cada fachada parece mais bela do que outra, mas o melhor é passear por Lisboa para decidir qual o seu padrão favorito. Antes de lhe enumeramos alguns dos edifícios que têm de fazer parte deste roteiro turístico, damo-lhes um pouco de história. 

A azulejaria é arte nacional, mas teve origem na Pérsia, tendo-se espalhado pelo mundo árabe e Península Ibérica. Sem dúvida de que Portugal adoptou os azulejos de coração aberto. O uso desta arte terá sido democratizado depois do terramoto de 1755, isto porque muitos portugueses aproveitaram os escombros para decorarem as suas casas, com muitas peças que antes estavam nos palácios. Em Lisboa, pode admirar painéis de azulejos em fachadas do século XVIII e XIX. Se este é um tema que realmente lhe interessa, visite estes locais com algumas das fachadas mais emblemáticas:

Campo de Santa Clara
Perto do Panteão e da Feira da Ladra, esta fachada é de 1860. Fique a observar as figuras de bustos e molduras com três tons de cor: azul, branco e amarelo. Tem também azulejos que imitam mármore em tons de rosa. Uma verdadeira obra de arte. 

Loja Viúva Lamego
No Largo do Intendente, pode encontrar a loja da Fábrica Viúva de Lamego, construída entre 1849 e 1865. Com um estilo romântico, a fachada está revestida de azulejos com representações de folhagens, jarras e figuras asiáticas, fazendo alusão ao comércio entre Portugal e o Oriente. 

Rua da Trindade
O prédio, entre o número 28 e 34, foi construído em 1864. A fachada está toda revestida de elementos maçónicos e com elementos representativos da ciência, agricultura, comércio e indústrias. 

Painel "O Mar”
Fica na Avenida Infante Santo, na Lapa, e é um dos painéis mais bonitos de Lisboa. Foi construído por Maria Keil em 1958. Intitulado "O Mar”, representa a vida no oceano. 

Rua das Janelas Verdes
Fica perto do Museu Nacional de Arte Antiga. Facilmente consegue identificar o edifício, que está coberto de azulejos relevados. Tem um estilo mais moderno, mas deverá fazer parte da sua visita. 

Avenida Almirante Reis
No número 74D vai encontrar um prédio de 1908. Na fachada, poderá ver uma parte revestida de azulejos verdes. Depois olhe para o primeiro piso, que está coberto de girassóis e folhagens coloridas.  

Últimos posts

Museu do Fado
Atracções

Silêncio, que se vai cantar o fado

O Museu do Fado é um dos espaços a visitar em Lisboa. Aqui pode encontrar uma grande herança cultural e ficar a par de toda a história do fado e da guitarra portuguesa.

Saiba mais