Menu
Atracções

Oceanário de Lisboa: O melhor aquário do mundo

Oceanário de Lisboa: O melhor aquário do mundo
Eleito, pela terceira vez, como "O Melhor Aquário do Mundo”, pelos "Travellers' Choice” (ou "Escolha dos Viajantes”) do TripAdvisor de 2018, o Oceanário de Lisboa é agora uma das maiores e mais prestigiadas atracções da capital. Com uma média de rating de 4,5 (de um total de 5), este aquário, já com 21 anos de vida, delicia tanto adultos como crianças.Eleito, pela terceira vez, como "O Melhor Aquário do Mundo”, pelos "Travellers' Choice” (ou "Escolha dos Viajantes”) do TripAdvisor de 2018, o Oceanário de Lisboa é agora uma das maiores e mais prestigiadas atracções da capital. Com uma média de rating de 4,5 (de um total de 5), este aquário, já com 21 anos de vida, delicia tanto adultos como crianças.

Oceanário de Lisboa: um símbolo poderoso para a cidade

Este lendário oceanário abriu portas em 1998, ano da última e maior exposição mundial do século XX, intitulada "Os Oceanos, Um Património para o Futuro” e que correu nas bocas do mundo nessa altura: era o ano da Expo 98, uma exposição que transformou Lisboa, especialmente a zona onde foi construída, e marcou a história da cidade - durou 132 dias e recebeu cerca de 11 milhões de visitantes.

Se teve a sorte de visitar a Expo 98, este aquário deve soar-lhe muito familiar. Contudo, se nunca veio a Lisboa, ou se nunca ouviu falar do Oceanário de Lisboa, vai agora perceber por que razão este aquário é, merecidamente, o melhor aquário do mundo.

O que pode ver no Oceanário de Lisboa?

Este enorme aquário consiste em dois edifícios conectados: o Edifício dos Oceanos e o Edifício do Mar. A conexão dá-se através de um pátio onde os visitantes podem aceder a uma área educacional e às exposições: a permanente - "Um Planeta, Um Oceano”, e a temporária, "Florestas Submersas” de Takashi Amano, que se encontra actualmente em exibição. 

A exposição permanente decorre num grande e central aquário, que suporta 5 milhões de água do mar e serve de abrigo a quatro habitats marinhos, tendo como intenção criar a ilusão de um único e imenso oceano. Apresenta também ecossistemas terrestres e marinhos, que atravessam vários tipos de águas dos diferentes oceanos existentes: águas temperadas, frias e tropicais.

Nesta exposição, você pode ver espécies encantadoras de pássaros, invertebrados, peixes, anfíbios, mamíferos e plantas & algas. No que se refere à exposição temporária, neste momento está em exibição  "Florestas Submersas” de Takashi Amano, que tem como objectivo dar a conhecer a importância e a relevância das florestas tropicais (um dos mais ricos e mais diversificados habitats) para o mundo marinho e para a conservação de espécies do mundo.

A par com o mundo marinho que é apresentado em ambas as exposições, o Oceanário de Lisboa tem uma missão bastante clara: promover a sustentabilidade do oceano, educando e encorajando as pessoas a aprender mais sobre estas espécies e sobre a beleza e a preciosidade da vida nos oceanos,  e alertando-as para os actuais problemas ambientais.

Para tal, que isto aconteça, são desenvolvidas, para todas as idades, muitas actividades educativas, embora haja um especial foco nas crianças e nas escolas: visitas guiadas, festas de aniversário, concertos para bebés, programas para escolas, workshops para professores e muitas outras actividades com várias ferramentas educacionais. O Oceanário de Lisboa colabora também com várias instituições e aquários de todo o mundo, fornecendo serviços de consultoria através de engenheiros e biólogos especializados, e apoiando estudos científicos e projectos de conservação da biodiversidade marinha. Além disso, por toda a sua actividade pedagógica, cultural e científica, o Oceanário de Lisboa é considerado serviço público desde 2015. Uma espécie de prémio que faz todo o sentido, especialmente após a criação da Fundação Oceano Azul, em 2016, cuja missão é contribuir para um oceano saudável em benefício do planeta, algo igualmente essencial para o desenvolvimento humano.

Posto isto, não há dúvidas de que o prestigioso Oceanário de Lisboa, com aproximadamente 1 milhão de visitantes todos os anos, e mundialmente reconhecido, é um dos lugares que não pode deixar de visitar na capital - "estar dentro” deste aquário será, certamente, uma experiência inesquecível!

Últimos posts

Segredos que poucos conhecem no Bairro Alto
Atracções

Segredos que poucos conhecem no Bairro Alto

É um dos míticos bairros lisboetas e uma paragem obrigatória para todos os que querem conhecer as sete colinas da cidade. Há décadas que a boémia das estreitas ruas oferece entretenimento para todos os gostos, do mais intelectual ao mais alternativo, passando pelo rock e o típico fado.

Saiba mais
9 miradouros a não perder
O que fazer

9 miradouros a não perder

Como já lhe dissemos, Lisboa foi fundada sobre 7 Colinas. Pode ler uma versão curta desta lenda no artigo “A Luz de Lisboa”. Em cada uma destas colinas há, pelo menos, um miradouro onde pode desfrutar da vista, tomar uma bebida e passar um bom bocado, especialmente em dias de sol.

Saiba mais