Menu
Atracções

A imponência do Castelo de São Jorge em Lisboa

Castelo de São Jorge... diz-lhe alguma coisa?

No topo de uma das 7 colinas de Lisboa, surge o tão imponente Castelo de São Jorge. Das 7, esta é considerada a mais alta e a que tem a vista mais abrangente, com vislumbre sobre os bairros da Mouraria e de Alfama. Conta a história que foi precisamente na colina de São Jorge que a cidade se formou, existindo as primeiras casas e as primeiras povoações que deram origem a Lisboa - facto que confere ainda mais importância a este Monumento Nacional. 

O Castelo de São Jorge é paragem obrigatória para quem visita Lisboa. Localizado na freguesia de Santa Maria Maior, está inserido naquela que outrora fora a zona nobre da antiga cidadela de Lisboa nos tempos idos da Idade Média. Para quem nunca ouviu falar deste carismático monumento, o Castelo de São Jorge é uma fortificação construída em meados do século XI por mão muçulmana, com o objectivo de ser uma defesa para as elites que lá viviam: o governador, ou alcaide, e os regentes da cidade. 

O Castelo de São Jorge foi tomado em 1147 por D. Afonso Henriques, quando este conquistou a cidade de Lisboa aos mouros - personalidade da história que viria a ser o primeiro rei de Portugal. Até ao início do século XVI, em pleno domínio da corte, o Castelo teve o seu período mais glorioso. Ampliado e adaptado, albergava o Rei, a Corte, o Bispo e era ainda palco de sumptuosas festas e banquetes, repletos de convidados ilustres, tanto portugueses como estrangeiros. 
 
Quando, em 1580, Portugal se integra na Coroa de Espanha, o Castelo de São Jorge adquire um carácter militar, e assim permanece até ao séc. XX. Durante este período, é novamente remodelado - sendo que a maior modificação se dá após o grande terramoto de 1755, que destruiu parte da cidade de Lisboa.
 
Por fim, já no séc. XX, o Castelo de São Jorge passa por significativas obras de restauro, que fazem redescobrir os vestígios do que fora inicialmente o monumento e relembrar a história da sua imponência na Idade Média. Resgatadas as antigas construções, o castelo abre, assim, as portas a visitantes e a sua magnificência volta a marcar a colina mais alta da cidade de Lisboa. 

Castelo de São Jorge: história que pode ver e sentir

Se pensa que só verá um castelo em ruínas, engana-se! Para que a sua história seja contada e representada de forma cativante e divertida, o Castelo de São Jorge oferece várias atracções turísticas, direccionadas para adultos e crianças:
  • Para um propósito mais pedagógico, a Exposição Permanente dá a conhecer a história de Lisboa; já o Sítio Arqueológico é o espaço ideal para explorar as ruínas e os vestígios que representam os tempos na Idade Média, aquando da sua construção;
  • As visitas guiadas e todo o género de actividades pedagógicas que estão disponíveis no Castelo de São Jorge são perfeitas para grupos de adultos e grupos de crianças;
  • Na câmara obscura, os visitantes experienciam algo incrível: podem observar, a 360º, e de forma muito detalhada, a cidade em tempo real e tudo o que nela constam: o rio Tejo, as zonas emblemáticas, as ruas, os monumentos e a própria vida lisboeta;
  • Para momentos de lazer e total descontracção, nada melhor do que  aproveitar a magnífica paisagem pelo tão concorrido miradouro, que faz as delícias dos milhares de turistas; desfrutar dos belos jardins; bebericar ou petiscar algo no Café do Castelo; ou apenas deixar-se envolver pelas danças, pelas músicas e por todos os espectáculos que contam as histórias do local e que o tornam num local mágico e muito especial!

Com um valor histórico incalculável, conhecer o majestoso Castelo de São Jorge torna-se numa das razões para milhões de pessoas decidirem visitar Lisboa. A sua imponência não escapa à vista de ninguém, nem à dos mais distraídos, até porque se avista em alguns pontos da cidade. Quer durante o dia, como à noite, altura em que o Castelo se ilumina e se torna numa imagem esplêndida para qualquer olhar, este monumento marca a sua presença, como se quisesse relembrar a todos que a cidade de Lisboa carrega uma maravilhosa história... uma história que irá querer contar aos seus quando voltar para casa!

Últimos posts

Restaurante BAHR
Onde comer

Jantar romântico em Lisboa: onde levar a sua cara metade?

Já muito lhe contámos sobre esta cidade: que tem uma luz radiante, paisagens esplendorosas, lugares encantadores e carregados de histórias de “fazer chorar as pedras da calçada”. Mas o que ainda não revelámos é que as “gentes” de Lisboa — um povo profundamente caloroso e acolhedor — tem os sentimentos à flor da pele e derrete-se facilmente com uma linda história de amor. E que esta é a cidade perfeita para desfrutar de um jantar romântico com quem mais ama.

Saiba mais
Pastelarias em Lisboa: Jesuita
Onde comer

Pastelarias em Lisboa que lhe deixam água na boca

Dizem que uma cidade pode conquistar um turista pelo estômago; no caso desta capital, podemos mesmo afirmá-lo com toda a veemência. Que digam todos aqueles que têm o privilégio de provar as iguarias mais tradicionais nas várias pastelarias em Lisboa — lugares que adoçam a alma e o espírito dos mais gulosos e que, sobretudo, reflectem uma tamanha e inigualável “portugalidade”.

Saiba mais