Menu
Atracções

Razões para ter mesmo de visitar Belém, em Lisboa

Belém, em Lisboa, é um dos locais mais visitados da capital. E é muito interessante perceber que existem dois tipos de pessoas: os curiosos, que têm uma vontade imensa de visitar os monumentos, e aqueles que apenas querem relaxar e passar momentos tranquilos com a família e com os amigos nos jardins ou junto ao rio.

E Belém pode facilmente oferecer estas duas diferentes experiências aos seus visitantes, visto que contempla uma área histórica e uma zona de lazer, ambas muito procuradas, todos os anos, por milhares de pessoas.

Se está em Lisboa, ou deseja visitar a cidade muito brevemente, venha a Belém e explore as suas maravilhas. Confira aqui algumas delas: 

As maravilhas da zona de Belém, em Lisboa

Padrão dos Descobrimentos
  • Torre de Belém
Construída entre 1514 e 1520, no reinado de D. Manuel I, é um dos monumentos mais importantes da capital e uma peça fundamental do património de Lisboa. É parte integrante do sistema de defesa do estuário do Tejo, e é fortemente reconhecida como uma referência cultural do país, representando a interculturalidade com outras civilizações. 

  • Mosteiro dos Jerónimos
Localizado numa das zonas mais nobres da capital, o Mosteiro dos Jerónimos é uma marca histórica da arquitectura do século XVI em Portugal. É mundialmente reconhecido como sendo um dos símbolos do poder e da riqueza do povo Português durante a Era dos Descobrimentos. Nos tempos que correm, o monumento ainda preserva as suas estruturas que largamente contribuem para o seu reconhecimento e valorização internacionais.

  • Padrão dos Descobrimentos
Outra peça importante do coração de Belém, em Lisboa. O Padrão dos Descobrimentos (ou Monumento das Descobertas) representa fielmente a Era dos Descobrimentos portugueses: foi precisamente aqui que os navios portugueses costumavam partir para a exploração e conquista de novas culturas orientais durante os séculos XV e XVI.

  • Centro Cultural de Belém
O Centro Cultural de Belém é reconhecido como um dos maiores pontos de referência nacionais e uma jóia da cultura Portuguesa, visto que é palco de inúmeros eventos culturais, assim como de eventos corporativos e institucionais. O CCB foi também criado para funcionar como uma pequena cidade, com direito a restaurantes, terraços, bares, jardins e uma praça que, se pedida, pode ser especialmente usada pelos visitantes.

  • Fundação Champalimaud
A Fundação Champalimaud está localizada na zona ribeirinha de Belém, em Lisboa. Embora o seu propósito seja promover cuidados clínicos de excelência e desenvolver programas de pesquisa biomédica avançados e descobertas científicas, a Fundação é um excelente local com uma vista de tirar o fôlego, ideal para ver o pôr-do-sol.


Não importa se apenas quer descansar e passar momentos de tranquilidade, ou se está disposto a descobrir e explorar o património da cidade: Belém, em Lisboa, é definitivamente uma paragem obrigatória para aqueles que vêm à capital!

Últimos posts

Mercados de Natal
O que fazer - 01 Dez 2022

Os melhores mercados de Natal em Lisboa

Quando se acendem as iluminações de Natal dos Armazéns do Chiado pela primeira vez, quer dizer que a época festiva está oficialmente aberta. As luzes pedem passeios de final de tarde por Lisboa e é possível cruzar-se com várias tendas de artesanato, pistas de gelo, concertos e muita alegria. Além disso, o Pai Natal também anda sempre a circular pela cidade à procura de saber os desejos dos mais novos. Vista um casaco quente, opte por calçado confortável e inicie a sua tour pelos mercados de Natal de Lisboa … e não só!

Saiba mais
Elétrico de Lisboa
Atracções

Lisboa: um roteiro pelo lado mais sustentável da cidade

Lisboa é um dos destinos europeus mais procurados para turismo (e não só!). Moderna, atenta a novidades e aberta a todos os que a querem conhecer. Uma cidade que se reinventa e adapta, focada em ser cada vez melhor. Numa era em que a preocupação com as alterações climáticas ganha palco, a cidade adapta-se e traz escolhas mais conscientes e sustentáveis não só para quem vive em Lisboa, mas também para os milhares de visitantes que todos os dias cruzam a capital do país.

Saiba mais